Página inicial
Quem somos
Quem é nossa cobertura
Galeria de fotos
Galeria de vídeos (novo)
Sites que indicamos
Downloads
Livro de visitas
Fale conosco
Dicionário Bíblico
Artigos/ Estudos
A Rota do Sucesso
Agenda
Aliança e Cobertura Esp.
Casamento
Colaboração/Propósito
Coluna dos adoradores
Como adquirir o CD
Contatos e Convites
Dinâmica / Quebra Gelo
Discografia/Composição
Espaço Mulher
Estudos do Ap.Osmarino
Festas Bíblicas
Homens de Verdade
Igrejas Sob cobertura
Liderança
Missões
Músicas Cifradas
Notícias
Peças Teatral
Redes Sociais
Reflexões/ Meditações
Release / Ap. Osmarino
Seitas e heresias
Seminários
Símbolos Judaicos
Teologia/Hist. Igreja
Visão Celular/Estudos
Bíblia Online
Escolha o Livro
Capítulo Versículo
Palavra(s):
Estatísticas
1854 estudos publicados
3 abençoado(s) conectados
13 colunistas - 232 fotos
218186 acessos


Casamento de excelência

Tipo: Seitas e heresias / Autor: Diversos Autores

Casamento de excelência





Na aliança de excelência, o casamento, encontramos coisas fundamentais que devem marcar o caráter e personalidade do homem e da mulher:



O homem de excelência deve ter a persistência de um guerreiro. E, para ser guerreiro, não importa a idade dos dois ou tempo de casados. Sua esposa ainda é mulher da sua aliança.



A mulher é o adorno, a beleza do lar, do marido, dos filhos. Quando Deus a criou, chamou-a para ser contígua, idônea e um casamento não poder perder a idoneidade.



O homem de excelência



No livro de Provérbios 20:6 está escrito que "Muitos procuram a sua própria glória, mas o homem de excelência, quem o achará?" . A benção da excelência deve ser impetrada sobre o noivo, para que se torne referência. E a Bíblia mostra que este homem precisa ter o amor de Cristo, que significa ser indesistível de sua noiva. O homem de excelência deve ter:



1) A graça do Rei, que significa estar pronto para salvar a noiva de qualquer situação difícil. Exemplo: a esposa compra um carro, compromete seriamente as finanças da casa e, por esquecimento, não avisa o marido. O marido tem que "correr" para salvar a esposa. O esposo tem que compreender que às vezes as pessoas erram. Nós não vivemos só de erros; a vida tem mais acertos do que erros. Dizem que errar é humano... acertar, também! E acertar é mais humano do que errar. Mas, o noivo que tem a graça do Rei protege a noiva nas situações mais difíceis e adversas. Se a noiva chegar a errar, ele tem que estar disposto a pagar o preço para que, debaixo desta graça (a "caries", que quer dizer alegria e que vem também como salvação de misericórdia) possa socorrer a noiva.



2) A persistência do guerreiro. Jesus é o guerreiro incansável pela Sua Igreja, que por sinal dá muito trabalho para Ele. Porém, Jesus não desiste da Igreja por nada. E, para ser guerreiro, não importa a idade dos dois ou o tempo que estão casados. Sua esposa ainda é a mulher da sua aliança. O mesmo vale para a esposa: seu marido ainda é o homem da sua aliança. Essa persistência em guerrear não é fácil, porque o homem opta pela mediocridade, e a mediocridade é o espírito da desistência. Geralmente as pessoas não avançam nos seus alvos e isso reflete o quanto são medíocres. Porém, como noivo de referência de excelência, você deve receber a unção de guerreiro pela sua noiva, para não incorrer em desistências quando vierem adversidades no casamento.





A mulher de excelência



Provérbios 18:22 diz que "O homem que encontra uma esposa acha uma coisa boa e recebeu do Senhor um grande tesouro". Em Rute 3:11 Boaz faz a declaração de que Rute é a coisa mais excelente que conhecera, e ele faz declarações de excelência, de nobreza para aquela mulher: "Agora, pois, minha filha, não temas; tudo quanto te disseres te farei, pois toda a cidade do meu povo sabe que és mulher virtuosa". Em Provérbios 31:10, a Bíblia declara: Que "Mulher virtuosa, quem a pode achar? Pois o seu valor muito excede ao de jóias preciosas".



Todas as mulheres cristãs devem ser mulheres de excelência, as quais o Senhor tem reservado para essa geração, para contrariar esse espírito maligno que está no mundo, onde as mulheres tem servido como out-door do diabo, se oferecendo na hora do sarkós, da carne, e sabemos que Deus tem levantado uma geração de mulheres nobres, de excelência, que mesmo debaixo de vendavais não segam o seu deus e continuam fiéis ao Senhor em todos os seus caminhos. São mulheres que receberam uma unção de excelência para manter o casamento debaixo da integridade, da fidelidade.



A mulher é o adorno, a beleza do lar, para o marido e para os filhos. Por isso ela tem que ser cuidadosa com a sua aparecia, em como vai se apresentar para o marido, e o marido não pode viver preocupado em quanto vai gastar para que a esposa esteja o tempo todo agradável. Ele é o responsável para buscar de Deus condições para cuidar assim da esposa e investir nisso, porque a esposa é um alto investimento. O marido tem que compreender que a esposa gosta de estar sempre bonita, sempre com uma roupa nova... são coisas inerentes à personalidade feminina. Está escrito em Ezequiel que a noiva estará sempre ornada, bonita. E o marido não vai querer chegar em casa e encontrar "qualquer coisa". Por isso, Deus vai lhe dar condições de você "bancar" a sua noiva. Maridos, tenham o entendimento de cuidar mais das suas esposas!



A mulher também precisa ter a sabedoria da edificação. Deus não deu essa função ao noivo. O noivo é a pedra e a noiva constrói sobre a pedra: "Tu és Pedro, e sobre esta pedra (Jesus, o noivo) edificarei a minha igreja" (Mt 16:18). Jesus disse que Ele é a Pedra onde a noiva - a igreja - seria edificada. A mulher é a figura da igreja.



Quem constrói sobre o noivo é a mulher, que tem um Dom especial de Deus, porque o senhor diz que "Toda mulher sábia edifica a sua casa; a insensata, porém, derruba-a com as suas mãos." (Pv 14:1). A mulher foi chamada para construir porque tem a sensibilidade administrativa do lar. Quando Deus a criou, chamou-a para ser contígua, edificadora, idônea e um casamento não pode perder a idoneidade. Se a esposa não cumpre o seu papel, o casamento perde a idoneidade da promessa bíblica, assim como também o marido, se não cumprir seu papel, faz com que o casamento perca a idoneidade.



A mulher tem o dom do apascentamento; tem coração de pastora, de arrebanhar, cuidar, orientar, de fazer a função do Paráclito, que é o Espírito Santo, que amamenta, consola, conforta, que conduz para a vitória.



Observando todos os tópicos deste estudo e do anterior, vemos que dentro dessa convocação para uma aliança de excelência, Deus chamou a nossa geração para ser uma geração de excelência, que não está isolada da visão da família. Para conquistarmos nossas vitórias, precisamos respeitar e entrar no plano familiar. Sua família viverá os princípios de excelência, uma aliança de vitória, guardando os princípios do Senhor e, nesta aliança, você terá a nobreza e a excelência.



Ap Renê Terra Nova





Compartilhe este artigo com seus amigos:





Autor deste artigo:



Ap. Renê Terra Nova

Apóstolo Renê Terra Nova é Presidente do MIR (Ministério Internacional da Restauração), e lidera a igreja local com cerca de 75 mil discípulos, e possui Igrejas da Restauração em Araruama/RJ, Boa Vista/RR, Natal/RN, Porto Velho/RO, Salvador/BA e Santarém/PA. Oferece cobertura espiritual a centenas de outras igrejas, de variadas denominações, no Brasil e exterior, que estão na Visão Celular no Modelo dos 12.


 

Outros artigos do autor:

As 10 Características das Pessoas Empreendedoras‏
As 4 palavras mágicas do relacionamento humano
O Momento da Verdade do Cliente
O grande segredo das pessoas bem-sucedidas
O Sacerdote na Bíblia