Página inicial
Quem somos
Quem é nossa cobertura
Galeria de fotos
Galeria de vídeos (novo)
Sites que indicamos
Downloads
Livro de visitas
Fale conosco
Dicionário Bíblico
Artigos/ Estudos
A Rota do Sucesso
Agenda
Aliança e Cobertura Esp.
Casamento
Colaboração/Propósito
Coluna dos adoradores
Como adquirir o CD
Contatos e Convites
Dinâmica / Quebra Gelo
Discografia/Composição
Espaço Mulher
Estudos do Ap.Osmarino
Festas Bíblicas
Homens de Verdade
Igrejas Sob cobertura
Liderança
Missões
Músicas Cifradas
Notícias
Peças Teatral
Redes Sociais
Reflexões/ Meditações
Release / Ap. Osmarino
Seitas e heresias
Seminários
Símbolos Judaicos
Teologia/Hist. Igreja
Visão Celular/Estudos
Bíblia Online
Escolha o Livro
Capítulo Versículo
Palavra(s):
Estatísticas
1854 estudos publicados
1 abençoado(s) conectados
13 colunistas - 232 fotos
229185 acessos


A Responsabilidade de uma Igreja Apostólica

Tipo: Estudos do Ap.Osmarino / Autor: Ap. Osmarino Araújo

A RESPONSABILIDADE DE UMA IGREJA APOSTÓLICA

TEXTO BASE: Mateus 10: 5 “A estes doze enviou Jesus, dando-lhes as seguintes instruções: Não tomeis rumo aos gentios, nem entreis em cidade de samaritanos; 6 mas, de preferência, procurai as ovelhas perdidas da casa de Israel; 7 e, à medida que seguirdes, pregai que está próximo o reino dos céus. 8 Curai enfermos, ressuscitai mortos, purificai leprosos, expeli demônios; de graça recebestes, de graça daí”.

1. NÃO TOMAR O CAMINHO DOS GENTIOS. Uma igreja apostólica, um povo apostólico, um líder apostólico não define seu padrão de vida, de conduta, de conquistas, de fé, de testemunho, de atitudes, de declarações, de comportamento... Igual ao padrão do mundo, daqueles que vivem um estilo de vida e de comportamento, contrário aos princípios de Deus. Os gentios são pessoas cujo comportamento depõe contra Deus e Sua palavra.

Jesus estava dizendo que os gentios tinham um padrão próprio de vida e de destino, e que, os Seus discípulos deveriam seguir outro caminho, o que Ele estava estabelecendo e inaugurando. Um novo caminho, um novo padrão, um novo estilo de vida. João 14:6 “Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”. É importante sabermos que as nossas atitudes dizem quem somos e onde chegaremos. Uma igreja apostólica não molda sua conduta pelos princípios dos gentios.

O caminho dos gentios não é a rota que a igreja apostólica deve fazer, se quiser restaurar os valores espirituais e resgatar a sua autoridade. O único caminho que a igreja apostólica deve seguir é o novo e vivo caminho que Jesus inaugurou. Hebreus 10:20 “Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou pelo véu, isto é, pela sua carne”. Está na hora de a igreja voltar aos princípios espirituais, fundamentar-se na palavra de Deus e deixar de ter os gentios como referência.

2. NÃO ENTRAR NA CIDADE DOS SAMARITANOS. Os samaritanos não eram gentios e nem judeus legítimos, eram um povo misto, eles nasceram de um misto de povos estrangeiros. 2 Reis 17:24 “O rei da Assíria trouxe gente de Babilônia, de Cuta, de Ava, de Hamate e de Sefarvaim e a fez habitar nas cidades de Samaria, em lugar dos filhos de Israel; tomaram posse de Samaria e habitaram nas suas cidades. 25 A princípio, quando passaram a habitar ali, não temeram o SENHOR; então, mandou o SENHOR para o meio deles leões, os quais mataram a alguns do povo. 26 Pelo que se disse ao rei da Assíria: As gentes que transportaste e fizeste habitar nas cidades de Samaria não sabem a maneira de servir o deus da terra; por isso, enviou ele leões para o meio delas, os quais as matam, porque não sabem como servir o deus da terra. 27 Então, o rei da Assíria mandou dizer: Levai para lá um dos sacerdotes que de lá trouxestes; que ele vá, e lá habite, e lhes ensine a maneira de servir o deus da terra. 28 Foi, pois, um dos sacerdotes que haviam levado de Samaria, e habitou em Betel, e lhes ensinava como deviam temer o SENHOR. 29 Porém cada nação fez ainda os seus próprios deuses nas cidades em que habitava, e os puseram nos santuários dos altos que os samaritanos tinham feito”. Os samaritanos dizem que são os verdadeiros judeus, e por isso, brigam e tem desavença com os judeus até hoje. Eles dizem que são os verdadeiros israelitas. Eles crêem e estudam o Pentateuco, as leis de Moisés, e não abrem mão delas, mas não entram nos costumes, tradições e práticas dos judeus.

Então os samaritanos representam aquelas pessoas que não definiram sua vida, sua fé, seu coração, suas aspirações, eles não tem uma identidade espiritual definida. Quando o messias disse para os seus discípulos que não entrassem nas cidades dos samaritanos, na verdade, estava dizendo a eles que não construíssem sua habitação ou sua morada junto com os samaritanos, que não apoiassem ou se aliassem ao estilo de vida dos samaritanos porque eles não eram modelo de fé e nem de testemunho espiritual.

A igreja apostólica tem uma identidade definida, ela é apostólica, tem o manto apostólico, é fundamentada pelo ensino e doutrina apostólica. O povo apostólico não é confuso em sua identidade espiritual, não tem um caráter ou uma base de fé misturada, porque a igreja não nasceu de um misto de “salvadores”, mas de um só, Jesus. Por isso Jesus ordenou aos seus discípulos que não entrassem nas cidades e culturas dos samaritanos. Porque os samaritanos eram um misto de povos. A igreja apostólica não é de essência mista, mas de essência santa, da essência do messias.

Na prática, o exemplo dos samaritanos, mostrado por Jesus, nos ensina que nem todos os que dizem ser cristãos o são de verdade. Estão na igreja, mas não se converteram de fato. Estão entre nós, mas não compartilham da mesma fé, dos mesmos valores, dos mesmos princípios. Portanto, eles não podem ser modelo de conduta espiritual para nós. O fato de se denominarem crentes ou cristãos, não faz deles servos do mesmo Deus que servimos. Então temos que ter discernimento espiritual sobre quem é samaritano entre nós e denunciá-lo.

Vejamos o que Jesus disse em Mateus 7:21 “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus”. Mais uma vez, é importante deixarmos bem claro, que a igreja apostólica tem uma identidade, a identidade do messias, Jesus de Nazaré. Ela não é mesclada, mista, ela é autêntica, de uma só essência, a do messias. Gálatas 2:4 “E isto por causa dos falsos irmãos que se entremeteram com o fim de espreitar a nossa liberdade que temos em Cristo Jesus e reduzir -nos à escravidão”. Os “samaritanos” sempre procuram se infiltrar na igreja para roubar a nossa verdadeira liberdade cristã, através de suas idéias confusas e mescladas.

3. OVELHAS PERDIDAS DA CASA DE ISRAEL. Somos as ovelhas que estavam perdidas. Fomos achados, curados e restaurados para compormos o reino de Deus na terra. Deus quer fazer de nós santuário para Sua habitação, ele quer fazer de nós Sua casa para sempre. Então a igreja apostólica tem a missão de construir casas espirituais para a habitação de Deus. Pregar que o reino de Deus está próximo, é introduzir na mente e coração das pessoas, através da palavra de Deus, os valores e princípios do reino de Deus. A missão da igreja apostólica é ir atrás das ovelhas perdidas da casa de Deus.

Temos que sair das quatro paredes e irmos em busca das ovelhas que estão perdidas, sem rumo, sem direção, e, conduzí-las à casa de Deus. Só quem pode resgatar as ovelhas perdidas da casa de Deus, são os servos do reino de Deus. A igreja apostólica é um reino de servos.

4. CURAR OS ENFERMOS. A unção apostólica tem poder para curar as enfermidades que assolam as pessoas. Uma sociedade pode ser acometida por diversas enfermidades. Porque a palavra “enfermo” aqui no texto, no grego, significa: ser fraco, débil, estar sem força, sem energia, estar carente de recursos, indigente, pobre, estar debilitado, doente. Jesus enviou a igreja com a missão de curar. O mundo está doente, está infectado, a igreja tem a cura, ela tem o antídoto para exterminar, erradicar as doenças que assolam os povos.

A maioria dos cristãos entende que esta palavra de Jesus aos discípulos, era no sentido de doenças físicas apenas. Mas temos que entender o sentido original da palavra. Se curarmos as pessoas apenas no físico, elas ainda terão doenças na alma, no caráter, não espírito, na fé etc. porque a doença que Jesus denunciou aqui é mais na alma, na mente e no espírito, do que no físico.

Porque se as pessoas estão doentes apenas no físico, é fácil resolver seu problema. Médicos e remédios podem resolver sua situação, mas, quando as doenças estão no campo da alma, da mente, das emoções fica muito mais difícil de resolver. Porque as pessoas doentes na alma, na mente, no espírito perdem o ânimo, a fé, a esperança. Elas deixam de sonhar, deixam de lutar, deixam de insistir, de persistir, de perseverar. Por isso a igreja apostólica foi instalada por Jesus no mundo. Ela tem a resposta, a cura para as pessoas que foram infectadas.

5. RESSUSCITAR OS MORTOS. A igreja apostólica é uma proposta de Deus para a sociedade. Jesus usa um termo aqui, para ressuscitar os que estão mortos. No grego, Jesus disse que os discípulos teriam unção para: despertar, fazer levantar, despertar do sono, acordar, despertar do sono da morte, chamar de volta da morte para a vida, fazer levantar de um assento ou cama, produzir, fazer aparecer. Porque existem pessoas que mataram seus sonhos e capacidade de produzir. São pessoas que já aceitaram a condição da morte emocional e espiritual. São pessoas que perderam a esperança de algo. São Pessoas que já não tem mais motivação para realizar algo significativo.

Como igreja apostólica, estamos sendo levantados para devolver a vida, a esperança, a motivação, a alegria e tornar a vida das pessoas significativa, através do ensino do evangelho. O evangelho ressuscita os que deixaram seus sonhos morrer. A igreja apostólica é o canal por onde Deus vai ministrar a ressurreição dos valores morais, espirituais, familiares e sociais ao mundo.

6. PURIFICAR OS LEPROSOS. A lepra é uma maldição que foi instalada no Egito e Oriente por causa do pecado e idolatria praticados pelos povos, e que, se proliferou pelas nações da terra. Jesus disse que o manto apostólico, tem autoridade para encerrar com esta maldição, quando for instalada a santidade a Deus e a verdadeira adoração a Ele. A lepra é uma doença degenerativa, que deforma as pessoas física, emocional e espiritualmente. Ela entra pelo espiritual e se prolifera pelas emoções e pelo físico de uma pessoa.

Jesus disse aos seus discípulos que a lepra estava degenerando sua geração e que a missão deles, era limpar a sua geração da lepra que atingia o povo. Degenerando as famílias, os ministérios, degenerando a sociedade como um todo. A igreja apostólica foi levantada para limpar a nossa geração da mancha da lepra física, emocional e espiritual. A lepra tem invadido o caráter, o amor, a fidelidade, a integridade e amoral das pessoas.

A lepra é uma figura do pecado, das drogas, da imoralidade, da pornografia, da prostituição, da rebeldia, da idolatria que se instalou em nossa geração. Ela está presente nas famílias, nas igrejas, nas empresas, no governo, nas instituições publicas e privadas e na sociedade como um todo. Ela vai degenerando o caráter e os bons costumes do ser humano, tornando-o sem forma perante Deus, o criador. A nossa missão como igreja apostólica é para encerrarmos este ciclo degenerativo, pela instalação da cultura do evangelho. Por isso precisamos correr com a evangelização do mundo. Porque onde entra a cultura do evangelho, fecha-se a porta para a proliferação da lepra.

7. EXPELI DEMÔNIOS. A igreja existe em uma geografia, para fazer resistência e oposição às obras de satanás. Jesus disse aos seus discípulos que eles deveriam expulsar, expelir e mandar sair aos demônios que dominavam as regiões. Todas as geografias estão sob influencias de demônios. As praticas das pessoas nestas geografias, muitas vezes, estão diretamente ligadas a influencia destes demônios que habitam e regem tal região. Vemos em Marcos 7:32 “Então, lhe trouxeram um surdo e gago e lhe suplicaram que impusesse as mãos sobre ele. 33 Jesus, tirando-o da multidão, à parte, pôs-lhe os dedos nos ouvidos e lhe tocou a língua com saliva; 34 depois, erguendo os olhos ao céu, suspirou e disse: Efatá!, que quer dizer: Abre-te! 35 Abriram-se-lhe os ouvidos, e logo se lhe soltou o empecilho da língua, e falava desembaraçadamente”. Aqui temos a manifestação de um espírito gago e surdo. Era um espírito que agia na linha de comunicação na cidade de Decápolis. As pessoas daquela geografia tinham dificuldades para entender o evangelho e de comunicar-se. Porque a ação do espírito maligno, agia diretamente na audição e na comunicação. Por isso Jesus usa a palavra: “Efatá”. Uma palavra aramaica que quer dizer: “abra-se”, porque o demônio que agia ali influenciava na língua materna do povo nativo, embora todos os moradores dali,soubessem o hebraico.

O profeta Isaías disse que o Eterno estaria levantando uma unção para encerrar com o domínio dos perversos. Isaías 14: 5 “Quebrou o SENHOR a vara dos perversos (Babilônia) e o cetro dos dominadores, 6 que feriam os povos com furor, com golpes incessantes, e com ira dominavam as nações, com perseguição irreprimível”. A igreja apostólica será usada por Deus para quebrar a vara perversa e destruir o cetro dominador dos povos. Quando a igreja posicionar-se e instalar-se ela conseguirá expelir os demônios que dominam as geografias.

JESUS INSTALOU NA TERRA A UNÇÃO APOSTÓLICA PARA LIBERTAR E CURAR OS POVOS.

Em Lucas sete, Jesus deixa claro sobre o que identifica uma igreja apostólica. Lucas 7:22 “Então, Jesus lhes respondeu: Ide e anunciai a João o que vistes e ouvistes: os cegos vêem, os coxos andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados, e aos pobres, anuncia-se-lhes o evangelho”. O sinal de uma igreja apostólica é revelado por Jesus, em seu recado à João Batista. Estas deficiências a que Jesus se refere, não são apenas física, mas, estão diretamente ligadas aos sentidos das pessoas.

Aqui no texto de Lucas, Jesus deixa claro que a unção apostólica atua diretamente nos cinco sentidos das pessoas. Liberta a audição espiritual das pessoas (os surdos ouvem); liberta a visão espiritual das pessoas (os cegos vêem); liberta o tato espiritual das pessoas, sua locomoção (os coxos andam e os leprosos são purificados, a lepra tira a sensibilidade do tato); liberta o olfato espiritual das pessoas (os mortos são ressuscitados), porque o olfato está diretamente ligado ao fôlego da vida, e os mortos pararam de respirar e liberta o paladar espiritual das pessoas (aos pobres anuncia-se o evangelho), o paladar espiritual de uma pessoa esta ligado à comunicação. Então podemos ver que a igreja apostólica tem a missão de ministrar libertação e cura nos cinco sentidos dos povos, porque são os sentidos de uma pessoa, que a torna um ser vivo. Os sentidos físicos revelam a existência dos sentidos espirituais. A medicina trata dos sentidos físicos, a igreja apostólica trata dos sentidos espirituais.

Graça e paz!

Ap. Osmarino Correia de Araújo


..Quem escreveu o artigo acima?
Clique para ler este artigo
Ap. Osmarino Araújo
O Apóstolo Osmarino Correia de Araújo é Presidente fundador da Igreja Apostólica Atos II com sede em Jacarepaguá, Rio de Janeiro e Núcleos em outras regiões do Brasil. Também é escritor. conferencista, compositor e ministro de louvor profético, com o CD "Sopra Sobre Nós...", gravado Ao Vivo e O CD "SUBSTITUIÇÃO".

Contatos e Convites:

Telefones:
(21) 3086-6389- Claro fixo
(21) 99981-9410 - Vivo
(21) 98260-6281 - Tim
(21) 98451-8357 - Oi
(21) 97518-1405 - Claro
(21) 2449-9168 (Cx Postal Virtual - Deixar recados)
WhatsApp +51 21 98260-6281

E-mails:
pastorosmarino12@hotmail.com
ap.osmarino12@gmail.com
osmarinoaraujo12@yahoo.com.br

facebook
pastorosmarino12@hotmail.com

Twitter: @Ap_Osmarino/pastorosmarino12@hotmail.com
   

Outros artigos do autor:

6 Poderosas Dicas Que Irão Ressuscitar sua Criatividade
Ordenação apostólica dos Apóstolos Osmarino e Alcilene Araújo
Cobertura (paternidade) Espiritual do Apóstolo Osmarino Araújo
Fraude Espiritual
Significado e Uso do Talit